Terça, 19 Março 2019 17:54

Abiquim lança compromisso para reaproveitamento dos plásticos

Avalie este item
(0 votos)

A Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), por meio de seus membros dedicados à produção de resinas plásticas, lançou um compromisso voluntário para “promover e ampliar o alcance da Economia Circular nas embalagens plásticas”.

A proposta tem como objetivo reduzir os impactos do uso dos plásticos na sociedade a partir de metas ousadas de reaproveitamento.

De acordo com o compromisso, o objetivo assumido por parte dos produtores de resinas plásticas associados à Abiquim é reutilizar, reciclar ou revalorizar 100% das embalagens de plástico até 2040. Dentro do cronograma, as empresas envolvidas desenvolverão ao longo dos próximos meses seus planos Plurianuais para atingir a meta.

Como objetivo intermediário, o compromisso prevê que 50% das embalagens plásticas recebam esse tratamento até 2030.

A proposta da Abiquim estabelece ainda que 100% das empresas produtoras de resinas plásticas associadas devem adotar, até 2020, as melhores práticas do “Manual Perda Zero de Pellets” do Fórum Setorial dos Plásticos – Por um Mar Limpo.

A concretização das metas propostas, de acordo com a Abiquim, depende da observância de uma série de fatores que envolvem esforços de industriais, governos e da sociedade:

1. Aumentar os esforços ao longo da cadeia de valor para projetar e fornecer soluções de embalagens sustentáveis, facilitando a reutilização e a reciclagem;

2. Investir em pesquisa e desenvolvimento para o aprimoramento de tecnologias de reaproveitamento e revalorização dos plásticos, incluindo reciclagem mecânica, química e  energética, compostagem, além de outras que venham a surgir;

3. Aprimorar padrões de qualidade para resinas plásticas recicladas visando sua melhor aplicação e uso;

4. Monitorar as taxas de reciclagem e reuso de embalagens plásticas;

5. Evoluir a cadeia de reciclagem no âmbito da logística reversa;

6. Fomentar projetos educacionais para minimizar a geração de resíduos plásticos, para o uso consciente e para a correta coleta, segregação, reciclagem e reuso.

De acordo com a Abiquim, somente será possível atingir as metas através de um esforço integrado: “Isto demanda uma evolução na forma como projetamos, fabricamos e reciclamos as embalagens plásticas. Portanto, este compromisso voluntário constitui-se em um convite aberto a clientes, parceiros, associações de classe e membros da sociedade para trabalharmos juntos na busca de uma economia circular, minimizando impactos ao meio-ambiente e trazendo benefícios para todos os cidadãos”.

Reprodução Fonte: Abiquim/Assessoria de Comunicação Social

Ler 77 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

© 2019 Conselho Regional de Química da 6ª Região. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Prospecta Digital